Páginas

quinta-feira, 28 de abril de 2011

TUDO PRONTO PARA O IV ENCONTRO ESTADUAL DE CULTURA

Participação de HIP HOP

Participação de Grupos de Teatros e Danças

Caricaturas

Associação Norteriograndense de Estudantes e os Centros Popular de Cultura da ANE e o Centro Potiguar de Cultura - CPC-RN, confirmam:  Já tá tudo pronto para o IV EEC - IV Encontro Estadual de Cultura, que ocorrerá dia 30 de abril em Currais Novos-RN.  Segundo os organizadores foram convidados vários grupos de danças, teatros, capoeira, pintores, desenhistas e muito mais.  Representando várias cidades do interior do Rio Grande do Norte.  Haverá debates em torno da nova lei de incentivo a cultura e apresentações artisticas.  Serão 150 partcipantes e os mesmos receberão certificados de participação.  Não haverá taxa de inscrições.  È isso ai, ás entidades estudantis e culturais resgatando e identificando novos talentos!

STF MANTÉM UM TERÇO DA JORNADA DE TRABALHO DOS PROFESSORES FORA DA SALA DE AULA

Ação contestava norma aprovada na lei que estabelece o piso salarial nacional dos professores

Questão ficou pendente no julgamento sobre a lei do piso como um todo,

mas decisão não vale para outros estados

(Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil - arquivo)

O artigo da lei do piso salarial nacional dos professores que prevê um terço da jornada de trabalho cumprido em atividades de planejamento de aulas foi mantido pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Houve empate no julgamento da questão, nesta quarta-feira (27), o que significa que apenas os estados que entraram com a ação ficam obrigados a cumpri-la. Os demais podem recorrer à mais alta corte do país e aguardar novo julgamento.

A ação foi movida pelos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina Mato Grosso do Sul e Ceará. O empate em cinco a cinco ocorreu porque o ministro Dias Toffoli declarou-se impedido de julgar a causa, por ter atuado na Advocacia Geral da União nessa ação direta de inconstitucionalidade (Adin). Diante do resultado, a ação fica julgada como improcedente, sem que se atribua efeito vinculante às demais unidades da federação.

O parágrafo 4º do artigo 2º da Lei 11.738/2008 dispõe: "Na composição da jornada de trabalho, observar-se-á o limite máximo de 2/3 (dois terços) da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os educandos". Assim, pelo menos 13 horas e 20 minutos das 40 horas semanais devem ser cumpridos em planejamento de atividades, fora da sala de aula.

O julgamento foi iniciado no dia 6 de abril, no debate sobre a lei como um todo. A maioria de votos reconheceu, na ocasião, a constitucionalidade de se estabelecer um piso nacional para os professores do ensino básico da rede pública. Não houve quórum, porém, para concluir a apreciação da matéria. Os ministros decidiram, então, aguardar o voto do presidente da Corte, ministro Cezar Peluso, que se encontrava em viagem oficial à Itália.

Peluso votou no sentido de considerar inconstitucional a definição da jornada de trabalho. Como o dispositivo trata de jornada de trabalho, matéria típica do regime jurídico dos servidores, disse o ministro, não existe nenhuma norma que ampare a edição desse texto. Para Peluso, o dispositivo estaria em absoluta dissintonia com a autonomia conferida aos estados para legislar sobre o tema.

A solução de não vincular a decisão para todo o país foi motivo de bate-boca entre ministros. "Vamos convidar as prefeituras do Brasil a não obedecer à lei, dizendo que essa decisão não vincula. O tribunal não legisla para o país. O que está por traz é exatamente isso. Fazer constar isso (não efeito da decisão para todos) significa gerar conflitos”, criticou o relator do caso, ministro Joaquim Barbosa. Celso de Mello, ministro há mais tempo, defendeu a fórmula adotada. "Não obtida maioria, o posicionamento da Corte não tem efeito vinculante", explicou.

By: Rede Brasil Atual

MATERIAL ESCOLAR DE COMBATE A HOMOFOBIA GERA DEBATE NA CÂMARA; BOLSANARO VOLTA A ATACAR

De O Globo:

Brasília – O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) voltou a provocar polêmica nesta quarta-feira. Dessa vez, ele participou de bate-boca na Comissão de Direitos Humanos ao criticar mais uma vez o que batizou de “kit gay”, material produzido pelo Ministério da Educação para combate à homofobia nas escolas.

Ao indagar o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, que era ouvido em audiência pública na comissão, sobre o material do MEC, Bolsonaro atacou indiretamente o colega Jean Wyllys (PSOL-RJ), parlamentar que é professor, que se declara homossexual e que estava presente à sessão.

- Este é o ambiente propício para colocar isso…Uma pessoa já disse aqui que as melhores professoras que teve foram as prostitutas…Tem professor que é gay. Será que é bom também ? – afirmou Bolsonaro, imediatamente advertido pela presidente da comissão, Manuela D´Ávila (PCdoB-RS).

- Não aceitarei provocação na comissão. O sr. se faz de ingênuo – disse a parlamentar, afirmando que Bolsonaro atacava Jean Wyllys, ex-BBB.

- Me senti profundamente ofendido – disse Wyllys, sobre as declarações de Bolsonaro.- Estou sendo vítima de preconceito contra heterossexual – disse Bolsonaro.

O ministro Cardozo contrariou Bolsonaro e defendeu o material do MEC sobre homobofia. Ele disse que a escola é o local ideal para se aprender a respeitar as pessoas.

- Seres humanos devem ser tratados como seres humanos. As pessoas têm o direito de ser o que quiserem. Podemos até discordar, mas não sair por aí manifestando posições odiosas, de ódio mortífero. O material é educativo. É preciso aprender a respeitar os outros disse José Eduardo Cardozo.

terça-feira, 26 de abril de 2011

ESTUDANTES FRAUDAM VESTIBULAR DA UERN

O Ministério Público instaurou inquérito civil para investigar supostas fraudes no vestibular da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN).

De acordo com informações apuradas pela 4ª Promotoria de Justiça da comarca de Mossoró, alguns candidatos teriam burlado o sistema de cotas públicas para ingresso na instituição.

As investigações apontaram que estes estudantes concluiram o ensino médio em escolas particulares, mas, para se beneficiar das cotas para alunos da rede pública de ensino, matricularam-se em turmas do supletivo de escolas públicas.

Depois da denúncia feita pelo MP, sete estudantes já tiveram a matrícula cancelada por ordem da justiça.

O Promotor de Justiça José Hercy Ponte de Alencar estabeleceu o prazo de 30 dias para que a UERN abra uma sindicância e investigue a ocorrência de outros casos.

Ele também requisitou cópias dos históricos escolares dos denunciados e pediu à polícia a instauração de inquérito criminal pela prática de falsidade ideológica.

Na hipótese de condenação, a pena varia de um a cinco anos de prisão, mais o pagamento de multa.

Os casos que já tiveram julgados aconteceram nos vestibulares de 2009 e 2010.

Mas, a investigação do MP continua para averiguar a ocorrência de outras fraudes.

Fonte:MPRN
Postado por Alex Calixta

REUNIÃO DA CASA DE CULTURA REVELA POSSÍVEIS IRREGULARIDADES

A reunião de ontem à noite, na Casa de Cultura Popular, realizada pelas Agentes Débora e Carla, com artistas locais e demais segmentos da sociedade revelou a dimensão dos problemas que a nova direção terá que enfrentar.

Primeiro, a FJA a qual a Casa é integrada, não destina recursos para manutenção e muito menos para promoção da cultura no município.

Segundo e principal motivo, o Ponto de Cultura "Associação Amigos da Casa de Cultura" que funciona dentro da Casa, pelo qual é viabilizado recursos para promoção da cultura, passa por problemas de ordem administrativa, em relação a prestações de contas dos recursos que foram utilizados, no ano passado.

As Agentes apresentaram as poucas documentações que receberam dos antigos gestores faltando o livro com as Atas das reuniões passadas. E disseram que foram orientadas pela coordenação-geral das Casas a formarem uma nova diretoria para o Ponto de cultura, mesmo sem a presença dos antigos diretores.

Os artistas que estavam presentes acharam melhor que se elaborasse um documento contando toda situação pela qual passa a Casa. Para apresentar a FJA.


Ao final, num pequeno grupo, foram folheadas as prestações de contas da gestão anterior sendo detectados vários problemas de ordens financeiras, na documentação. A FJA(Fundação José Augusto) destinou para a encenação da peça "O Alto de Santa Rita" o valor de R$ 250.000,00(duzentos e cinquenta mil reais). Está sendo feito um estudo para saber se a prestação está compatível com a prestação de contas apresentada. Documentos que só serão publicados se houver extrema necessidade.

Desmando maior não pode existir...
Postado por Erivan_Justino
" A Casa de Cultura ao qual o bloguista Erivan refere-se é na cidade de Santa Cruz-RN". ANE-RN.

sábado, 23 de abril de 2011

PRESIDENTE DO CPC-RN É ENTREVISTADO NA RÁDIO AGRESTE FM

Robson Gomes e Eduardo no momento da entrevista

Eduardo no momento da entrevista
Hoje (23) o presidente do CPC-RN e CPC da ANE-RN, Eduardo Vasconcelos, concedeu entrevista na Rádio Agreste FM - 107.5, no Programa "Show da Cidade", apresentado por Robson Gomes.  Eduardo falou a respeito do IV Encontro Estadual de Cultura-IV EEC, que será realizado dia 30 de abril em Currais Novos-RN e aproveitou para denúnciar os demandos feitos pela atual gestão municipal do municipio de Nova Cruz-RN, onde recentemente órgãos da saúde interditaram postos de saúde, odontologia e parte do Hospital Mons. Pedro Moura.  O mesmo conclamou a sociedade em geral para se organizarem e lutar para que NOVA CRUZ-RN não piore ainda mais. É um DESMANDO TOTAL NUNCA VISTA EM CIDADE NENHUMA  Conclamou também os Conselhos Municipais para fiscalizarem as outras áreas, pois se a saúde estar em coma e imagem a educação, a merenda escolar, etc, etc.  Eduardo também falou das audiências que teve com o reitores, Belchior Rocha e Milton Marques de Medeiros, na pauta o Campus do IFRN em Nova Cruz-RN e o Campus da UERN também em Nova Cruz-RN, já que esse último existe um movimento para fecha-lo, mas se depender da UERN e da sociedade ele não será fechado e sim transformado em CAMPUS.  NOSSA FORÇA ESTÁ NA ORGANIZAÇÃO!

4º ENCONTRO DE MULHERES ESTUDANTES DA UNE

“Queremos que a UNE seja a voz de cada mulher estudante brasileira" - Por Fabíola Paulino

Confira a entrevista com Fabíola Paulino, Diretora de Mulheres da UNE

Às vésperas do 4º Encontro de Mulheres Estudantes da UNE, a entidade coloca em debate o papel feminino dentro das universidades. A pauta já vem sendo discutida em etapas estaduais por todo o país e o evento que acontece entre os dias 21 e 24 de abril na cidade de Salvador unirá as vontades e anseios destas mulheres que aprenderam a não fugir da luta.

Na frente deste grande evento está a estudante de Ciências Sociais Fabíola Paulino, que há dois anos dirige a pasta de Mulheres da UNE. Em entrevista ao EstudanteNet, a diretora fala sobre a importância de fortalecer o coletivo feminino e as expectativas deste novo encontro: “Será um momento de grande mobilização para as mulheres estudantes discutirem as diversas formas de opressão e se organizarem para combatê-las”.

Leia abaixo a entrevista completa:

Quais são as perspectivas para este novo encontro?

Criar uma agenda ampla que avance na discussão das mulheres nos espaços de decisão da Entidade e apresentar os desafios da mulher brasileira que, mesmo admitindo avanços no campo das políticas públicas, no acesso a educação, ainda sofre com as duplas jornadas de trabalho, com a falta de autonomia e a mercantilização de seus corpos, com a criminalização do aborto e com os valores patriarcais e mercadológicos arraigados no seu cotidiano.

Qual o cenário atual para esta 4ª edição do evento?

A eleição da primeira presidenta do Brasil trouxe além de grandes expectativas para as mulheres brasileiras, a possibilidade de termos mais mulheres ocupando cargos ministeriais e de destaque nas instâncias de decisão do Governo Federal. E é nesse cenário que o 4° EME acontecerá. Será um momento de grande mobilização para as mulheres estudantes discutirem as diversas formas de opressão e se organizarem para combatê-las.

No último encontro em 2009, uma das pautas foi estimular a criação de coletivos feministas nas universidades. Esse número cresceu?

Sim. Atualmente temos um número bem expressivo de coletivos feministas nas Universidades e esse número vem crescendo a cada ano. Nossa experiência mostra que nos locais onde os coletivos são uma realidade, temos avanços nas conquistas dos direitos das mulheres, como conquista de creches, bolsas, dentre outros. Assim, nossa expectativa é fazer com que o coletivo de feministas seja uma realidade em todas as universidades do Brasil.

Vários encontros estão sendo realizados em diversas localidades do país. Qual a importância destas mobilizações locais para uma pauta nacional?

É fundamental a realização de etapas preparatórias nos estados, pois além de mobilizar contribui para o acumulo e organização das estudantes nos estados. Entendemos o EME como um instrumento de organização das mulheres estudantes. A partir dele, queremos que a UNE se fortaleça e seja a voz de cada mulher estudante brasileira. Assim, as etapas locais são fundamentais para o fortalecimento do debate, do compartilhamento de experiências e expectativas para fortalecer a organização nacional.

Como os homens podem contribuir para o EME?

Ainda hoje sabemos que o machismo está presente na vida de cada mulher, suas expressões variam, mas também é forte no movimento estudantil e se manifesta, por exemplo, na ausência de mulheres nos espaços de direção. Sabemos que a construção de uma sociedade mais democrática envolve homens e mulheres unidos e comprometidos, mas entendemos que é importante o momento das mulheres, juntas, organizarem sua agenda. O Encontro de Mulheres Estudantes da UNE (EME) é um espaço de auto-organização das estudantes organizadas na UNE, ou seja, é o momento em que as mulheres se reúnem, discutem e propõem ações e atuações para combater o machismo na entidade, no movimento estudantil e na sociedade. Em todos os demais fóruns da UNE (CONEB, BIENAL, CONEG e outros) as atividades organizadas pela diretoria de mulheres são de caráter misto (para homens e mulheres) e são nesses espaços que construímos juntos com os companheiros uma sociedade melhor.

O que as estudantes que irão pela primeira vez ao Encontro podem esperar?

Um espaço de muita solidariedade e de construção da pauta feminista. Muito debate, muita discussão, música e diversão. Com certeza as estudantes sairão mais fortalecidas para enfrentar as diversas formas de opressão nas Universidades e na sociedade.

Serviço:
O que? 4º Encontro de Mulheres Estudantes da UNE
Quando? De 21 e 24 de abril de 2011.
Onde? Salvador
Como? http://mulheresnaune.blogspot.com
Quanto? R$10,00
Da Redação

PETROBRAS JÁ É A OITAVA MAIOR EMPRESA DO MUNDO

Estatal brasileira sobe dez posições em ranking da Forbes e empata com o grupo do megainvestidor Warren Buffett

iG São Paulo

A Petrobras já é a oitava maior empresa de capital aberto do mundo, segundo a nova versão do ranking dos conglomerados globais elaborado pela revista "Forbes". Na versão mais recente do levantamento, divulgada nesta quinta-feira, a estatal brasileira ficou dez posições acima de sua colocação em 2010, quando ela apareceu no 18º lugar.

O banco norte-americano JPMorgan Chase, que já tinha figurado como a maior empresa do mundo em 2010, mais uma vez liderou o ranking. Atrás deles aparece outro conglomerado financeiro, o HSBC, que no ano passado estava em oitavo lugar.

O ranking da publicação, que lista as duas mil maiores empresas do mundo, distribuídas em 62 países, é elaborado com base em critérios que levam em conta vendas, lucro líquido, ativos e valor de mercado. Na listagem de 2011, por exemplo, a Petrobras aparece com valor de mercado de US$ 238,8 bilhões, acima dos US$ 182,2 bilhões do líder JP Morgan. O banco, no entanto, tem ativos que somam mais de US$ 2 trilhões, montante muito superior aos US$ 313 bilhões em ativos da estatal brasileira.

Com o avanço no ranking, a Petrobras ficou empatada em oitavo lugar com a Berkshire Hathaway, a empresa de investimentos de Warren Buffett, o terceiro homem mais rico do mundo - a Berkshire, que apareceu em 15º lugar em 2010, também cresceu na listagem de um ano para outro. Completam a lista das dez maiores empresas do mundo a General Electric (terceiro lugar), ExxonMobil (quarto), Shell (quinto), PetroChina (sexto), o banco estatal chinês ICBC (sétimo) e o Citigroup (décimo).

Bradesco, Banco do Brasil e Vale, que ficaram, respectivamente, nas posições de número 46, 51 e 53, foram as outras três empresas brasileiras entre as 100 maiores no levantamento. Delas, o Bradesco subiu cinco posições de um ano a outro e o BB caiu uma. A Vale foi a que mais avançou entre as três - no ano passado, ela apareceu em 80º lugar.

Completam a lista das dez maiores empresas brasileiras no ranking da Forbes, do quinto ao décimo lugar, pela ordem: Itaúsa (122º lugar no ranking geral), Oi (445º), CSN (551º), Usiminas (579º), Eletrobrás (614º) e Cemig (671º).

CENTRAIS CONVOCAM NO PARÁ MARCHA UNIFICADA DOS TRABALHADORES NO 1º DE MAIO DE 2011

Venha participar da Marcha Unificada dos Trabalhadores no 1º de maio de 2011

É uma data que marca nossa luta no mundo todo. É o Dia Internacional do Trabalhador por melhor qualidade de vida e construção de uma sociedade socialista justa, fraterna e igualitária, com distribuição de renda e valorização do trabalho, com respeito aos trabalhadores e conjunto da sociedade.

É um momento em que a classe trabalhadora internacional faz uma afirmação da luta pela manutenção dos seus direitos e pela conquista de novos. Uma data que lembra o grande movimento grevista operário, ocorrido em Chicago, em maio de 1886, por redução da jornada de 13 para 8 horas diárias de trabalho, que foi duramente reprimido e teve seus líderes principais condenados à morte.

Nós, das Centrais Sindicais (CGTB, CTB, CUT, Força Sindical, NCST e UGT), Federações, Sindicatos, organizações do movimento social e o conjunto dos trabalhadores iremos às praças públicas das principais cidades brasileiras para levantar as bandeiras fundamentais de luta dos trabalhadores e trabalhadoras do Brasil.

Momento de Unidade e Luta

Vivemos um momento de unidade, de lutas, conquistas e crescimento econômico. É hora de ampliarmos direitos.

A redução da jornada de trabalho para 40 horas, sem redução de salário, gerando emprego e qualidade de vida é uma das nossas principais lutas.

Defendemos também o fim do fator previdenciário, o salário decente e a valorização do salário mínimo, reforma agrária, igualdade de direitos e oportunidades entre homens e mulheres, pela ratificação da convenção 158 da OIT que impede a demissão arbitrária e discriminatória, acabando com a dispensa “sem justa causa”.

Defendemos um caminho do desenvolvimento nacional para o país, com respeito ao meio ambiente e que aponte para um Brasil de igualdade e justiça social, melhor distribuição das riquezas produzidas, com a real valorização da classe trabalhadora.

Participe e traga sua família para as atividades do 1º de maio unitário!

Concentração: Às 9 horas, na Praça do Operário, em São Braz (Caminhada com trio Elétrico para Praça da República).

PARA CTB, NOVO AUMENTO DA TAXA DE JUROS É INJUSTIFICÁVEL

 A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil qualifica como totalmente injustificável o novo aumento da taxa de juros no Brasil, divulgado nesta quarta-feira (20) pelo Banco Central (BC). “Sob qualquer ângulo que se analise essa decisão a população comum, o trabalho assalariado, é quem sofre as piores conseqüências”, disse Wagner Gomes, presidente da CTB.

Sob a pretensa justificativa de diminuir o consumo da população para conter a alta da inflação, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros (a Selic) em 0,25 ponto percentual, para 12% ao ano, o maior nível desde janeiro de 2009, quando era de 12,75%.

A decisão do Copom não foi unânime. A alta de 0,25 ponto recebeu cinco votos, enquanto dois diretores queriam um ajuste de meio ponto. A nota do comitê sobre a decisão foi o seguinte:

"Dando seguimento ao processo de ajuste das condições monetárias, o Copom decidiu elevar a taxa Selic para 12,0% a.a., sem viés, por cinco votos a favor e dois votos pelo aumento da taxa Selic em 0,50 p.p. Considerando o balanço de riscos para a inflação, o ritmo ainda incerto de moderação da atividade doméstica, bem como a complexidade que ora envolve o ambiente internacional, o Comitê entende que, neste momento, a implementação de ajustes das condições monetárias por um período suficientemente prolongado é a estratégia mais adequada para garantir a convergência da inflação para a meta em 2012."

Leia abaixo a nota da CTB sobre o novo aumento dos juros:

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil qualifica como totalmente injustificável o novo aumento da taxa de juros no Brasil. A decisão vai completamente na contramão do projeto de desenvolvimento necessário para o país, além de servir somente aos interesses daqueles que lucram com a especulação.

O Brasil segue com o vergonhoso título de país com a maior taxa de juros real do planeta. Juros altos significam menos empregos, menos investimentos e risco de estagnação. Para a CTB, a medida está em dissonância com o atual momento político-econômico vivido pela sociedade brasileira e coloca em risco o crescimento vislumbrado para 2011 e os próximos anos.

A CTB continuará, ao lado das outras centrais sindicais, a se mobilizar em torno da luta pela redução da taxa de juros brasileira. A política de juros altos foi derrotada nas eleições de 2010 e já é hora de a presidenta Dilma Rousseff tomar o controle desse processo. Estaremos a seu lado nas lutas pelo crescimento e desenvolvimento da nação, mas não nos furtaremos de apontar as contradições de seu governo, em nome dos interesses da classe trabalhadora e do povo brasileiro.

Wagner Gomes
Presidente da CTB Nacional

MINISTÉRIO PÚBLICO FISCALIZA QUALIDADE DO ENSINO EM CIDADES DO RN

Ensino público é o alvo de três inquéritos civis com o objetivo de acompanhar e fiscalizar o cumprimento da qualidade

O Promotor de Justiça da comarca de São José de Campestre, Diogo Maia Cantidio, instaurou três inquéritos civis com o objetivo de acompanhar e fiscalizar o cumprimento da qualidade do ensino público nos municípios de São José do Campestre, Serra de São Bento e Monte das Gameleiras.

Para isso, ele requisita aos Prefeitos e às Secretarias Municipais de Educação a relação de todas as escolas municipais que integram o sistema de ensino, o número de alunos matriculados em cada uma delas, o calendário letivo do ano de 2011, o horário de funcionamento das Escolas Municipais, os nomes dos diretores das escolas Municipais, indicando ainda quais delas são cadastradas no programa dinheiro direto na escola do FNDE, e a quantidade de livros que compõem os respectivos acervos bibliográficos, bem como cópia dos processos licitatórios e contratos realizados para fornecimento da alimentação escolar e do transporte de estudantes da zona rural referentes aos anos de 2010 e 2011. Requisição similar foi feita à 3ª DIRED - Nova Cruz pedindo informações sobre a relação de todas as escolas estaduais da comarca.

Da redação do RN Notícias com assessoria do MP-RN

Publicada por Grêmio Estudantil Aldo Felinto

sexta-feira, 22 de abril de 2011

BLOG DO LENILSON CUNHA: "PARABÉNS AO CONSELHO MUNICIPAL DE SAÚDE DE NOVA CRUZ-RN

Gostaria de parabenizar o Conselho Munucipal de Saúde por manter a sua função de órgão fiscalizador se não fosse a ação do conselho junto ao ministério público o hospital Monsenhor Pedro Moura como também o CEO não teriam sido interditados, eu entendo que o Conselho como órgão fiscalizador está cumprindo a sua função e prestando um grande serviço a sociedade. parabéns aos membros por terem ido aos locais detectado as irregularidades e posteriormente feito a denúncia ao ministério público que tomou em seguida às providências devidas.Que os demais Conselhos se espelhem no Conselho Municipal de Saúde e cumpram também com as suas funções de fiscalizar e denunciar as possíveis irregularidades.

VEJA O PLANO DE SAÚDE DA ATUAL GESTÃO

* Organizar e ampliar o Programa Saúde da família ( PSF )

* Criar uma central de ambulância,assim como adquirir mais unidades móveis para o pronto atendimento;

* Construção de um centro médico especializado e de mais postos de saúde;

* Implantação de um serviço de ortopedia,traumatologia ,otorrinolaringologia,neurologia,cardiologia e urologia nas unidades de saúdemuninipais;

* Ampliar o Programa Saúde da Mullher, dando destaque as gestantes, a ginecologia ea obstetrícia;

* Implantação de um Centro de Atenção pissicosocial (CAPS),para atendimento intensivo e diário aos portadores de sofrimento psiquico e de um centro de reabilitação infantil-CRI

* Humanização do atendimento em todas às áreas da saúde;

* Implantação de uma equipe médica com clínico geral,obstetra,cirurgião pediatra e anestesista 24 horas de plantão no hospital;

* Equipar os postos de saúde com consultórios odontológicos;

* Criar um programa de educação e orientação oral, nas escolas, com distribuição de escovas e creme dental;

* Treinar e capacitar todos os profissionais da saúde.

DO BLOG: Procurei bastante Interdição do hospital no plano de governo e não encontrei como também tenho certeza que 90% das promessas não foram cumpridas.

Postado por LENILSON CUNHA

NOVA CRUZ-RN UM DESCASO GERAL, ALÔ PREFEITO, POR ONDE TU ANDAS HOMEM!!!

PREFEITO CADÊ VOCÊ?
Atenção autoridades: SUVISA, COREN, CRO, CRM , ANVISA, FNDE, CONTRALODORIA GERAL DA UNIÃO, CONSELHOS ESTADUAIS DE SAÚDE, CONSELHOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO, ALIMENTAÇÃO ESCOLAR, EDUCAÇÃO, SAÚDE E ASSITÊNCIA SOCIA!  Por onde vocês andam?  NOVA CRUZ PEDE SOCORRO!  É um desmantê-lo adminsitrativo total!  Postos de Saúde sendo interditados? Verdade prefeito?  Hospital Municipal Mosenhor PEDRO MOURA, 1º andar interditado?  È verdade prefeito?  E a merenda é de péssima qualidade?  Responda prefeito!  A cidade entregue as baratas?  Procede senhor prefeito?  O povo tá revoltado!  Nova Cruz merece respeito! Há se Nova Cruz-RN fosse sorteada pela Contralodoria Geral da União!.  O povo não ver a hora de chegar ás eleições e dá o troco a esse prefeito que prometeu o céu e as estrelas e hoje o povo só ver as estrelas!  A sociedade novacruzense exirgi dos conselhos municipais providências para pelo menos em procurar averiguar se essas reclamações procedem, isso será o minimo que os conselhos devem fazer, pois os mesmos foram eleitos para defender a população e não ficar de braços cruzados vendo o tempo passar ou ficar na praça dando milhos aos pombos! Como dizia aquela musica!  Nova Cruz sofre, mas resiste e sonha em vê-la a voltar crescer nas mãos de gestores comprometidos com o progresso e o desenvolvimento.  Nova Cruz hoje é UM QUADRO NEGRO!

ÁGUA É DIREITO FUNDAMENTAL

A vida humana exige o consumo de água.

Não é novidade para ninguém que sem água não se vive.

Trata-se de uma sandice dar à exploração da iniciativa privada, um bem tão essencial ou alguém acredita que haverá tarifa social e naqueles lugares mais distantes, com pouco interesse econômico serão realizados investimentos?

Simplesmente, haverá a formação de duas classes sociais muito diferentes: a dos que podem pagar a tarifa e aqueles que não podem pagar e que ficarão sem água.

Empresa quer lucro e não é seu objetivo fazer caridade ou promoção social.

Cada centavo aplicado deverá render e fazer ligações de água em bairro da periferia, qualquer um sabe que na visão empresarial seria um péssimo negócio.

QUEIMA DE FOGOS NA ESPLANADA ENCERRA A FESTA DOS 51 ANOS DE BRASÍLIA


Luísa Medeiros-CORREIO BRAZILIENSE.

A festa de aniversário de 51 anos da capital federal terminou em grande estilo. Por volta das 22h50, uma grande queima de fogos em frente ao Congresso Nacional marcou o encerramento das comemorações. O cantor Martinho da Vila foi o último a se apresentar no palco principal.

Foram duas noites de festa com a presença de artistas regionais e nacionais. Durante a queima de fogos, o secretário de Cultura Hamilton Pereira elogiou o sucesso do evento. "Hoje, Brasília se reconciliou consigo mesma e disse ao Brasil que nós podemos, sim, acolher a Copa do Mundo".

O governador Agnelo Queiroz (PT) e sua esposa Ilza Maria acompanharam a festa desde o começo do dia. Para ele, o evento simboliza a retomada da normalidade de Brasília. "Nosso povo é alegre, altivo e de muita coragem. É com essa confiança que vamos dar grandes passos no futuro e enterrar o passado".

Nesta sexta-feira (22/4), a agenda do governador continua lotada. Às 8h, Agnelo dá a tacada de abertura no Campeonato de Golfe, em um clube no Setor de Clubes Sul (SCS). No fim da manhã, segue para o campeonato de vôlei de praia, sediado na Esplanada dos Ministérios. Às 15h, o governador segue rumo a Planaltina para assistir à tradicional encenação da Via Sacra.

CONCURSO PARA PROFESSORES DO ESTADO DO RN SAI ATÉ MAIO-2011

Concurso para professor sai até maio. Esse foi o compromisso assumido pelos representantes da Secretaria de Administração e Recursos Humanos do Estado, da Controladoria Geral do Estado e da Secretaria de Educação do Estado perante a Justiça em audiência realizada em , 29 de março, na 4ª Vara da Fazenda Pública.

O acordo foi firmado dentro da Ação Civil Pública 001.08.026076-5, proposta pela Promotoria de Justiça de Defesa da Educação. Pelo acordo o Estado se compromete a elaborar o edital de concurso público para o cargo de professor, constituindo a Comissão de Concurso ainda no mês de abril de 2011, para que o edital seja lançado no mês de maio com todas as informações necessárias sobre o número de vagas existentes e cadastro de reserva.

Os novos professores contratados por concurso deverão estar nomeados até o início do ano letivo de 2012. Com a assinatura do acordo, o processo ficará suspenso aguardando o cumprimento das medidas estabelecidas.

Uma audiência de avaliação está marcada para 13 de setembro de 2011, às 09h.

FONTE: MPRN

SAÚDE DE NOVA CRUZ-RN EM COMA!

Hospital Monsenhor PEDRO MOURA-NOVA CRUZ-RN
Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, 1ª Promotoria de Justiça de Nova Cruz

Recomendação nº 024/2011

O Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte, por intermédio de seu Promotor de Justiça signatário, no exercício de suas funções institucionais perante a 1ª Promotoria de Justiça de Nova cruz/RN, com fulcro nos arts. 127, caput, e 129, incisos II e III, da Constituição Federal, no art. 27, parágrafo único, inciso IV, da Lei nº8.625/93, c/c o art. 69, parágrafo único, alínea “d”, da Lei Complementar Estadual nº141/96, e

Considerando ser atribuição institucional do Ministério Publico a defesa da ordem jurídica, do regime democrático e dos interesses sociais e individuais indisponíveis, cabendo ainda ao parquet zelar pelo efetivo respeito dos poderes públicos e dos serviços de relevância publica aos direitos assegurados na constituição federal, promovendo as medidas necessárias a sua garantia;

Considerando que, a teor do disposto nos arts. 196 e 197 da Lei Maior, a saúde é direito de todos e dever do Estado, sendo consideradas derelevância publica as ações e serviços de saúde, cabendo ao Poder Público dispor, nos termos da lei, sobre sua regulamentação, fiscalização e controle;

Considerado os aspectos humanitário, social, preventivo e democrático do ordenamento jurídico brasileiro, ao priorizar os direitos a vida, a saúde e a dignidade humanas, consoante expressamente disposto na Constituição Federal, arts.1º, inciso III, 5º, caput, 6º e 196;

Considerando que a precariedade de funcionamento das unidades de saúde no município de Nova Cruz/RN, levou a instauração de inquérito civil nº001/2011, em tramitação na 1ª Promotoria de Justiça de Nova Cruz/RN;

Considerando que nos autos do Inquérito Civil em questão foi requisitada ao Conselho Regional de Medicina (CRM), Conselho Regional de Enfermagem (COREN), Conselho Regional de Odontologia (CRO) e a Subcoordenadoria de Vigilância Sanitária do Estado do Rio Grande do Norte/RN (SUVISA) a realização de inspeção nas unidades de saúde de Nova Cruz/RN;

Considerando que, em decorrência da inspeção realizada pela SUVISA no Hospital Municipal Monsenhor Pedro Moura, em Nova Cruz nos dias 29 e 30 de março e 07 de abril de 2011, foi lavrado o termo de interdição nº002033;

Considerando que no Termo de Interdição supra mencionado está assinalado que, em decorrência da: inexistência de gerador de energia elétrica, estrutura física dos setores em desacordo com a legislação sanitária, inexistência de profissional habilitado (enfermeiro) exclusivo para as áreas criticas, múltiplas atividades na sala de parto, mesa de parto imprópria para uso e piso danificado, procedimentos de limpeza, desinfecção, preparo e esterilização e guarda de artigos realizados em desacordo com as normas vigentes, e unidades de processamento de roupas funcionado de forma inadequada, foram interditados os seguintes setores do Hospital Municipal Monsenhor Pedro Moura: Centro Cirúrgico, Centro Obstétrico, Central de Material e Esterilização, Setor de Internação, incluindo Posto de enfermagem e Processamento de Roupas;

Considerando que no dia 18 de abril de 2011foi realizada uma visita ao Hospital Municipal Monsenhor Pedro Moura pelo 1º Promotor de Justiça desta Comarca, tendo sido constatado que, dos setores acima identificados, continuavam em pleno funcionamento o Posto de Enfermagem, o Setor de Processamento de Roupas e o Setor de Internação, tendo este inclusive efetivado mais 03(três) internações no dia da visita;

Considerando a inexistência de qualquer documento formal da SUVISA desinterditando os setores em questão, conforme confirmado pelo Diretor Geral do Hospital Monsenhor Pedro Moura e pelo Secretario Municipal de Saúde de Nova Cruz/RN;

Resolve recomendar ao PREFEITO MUNICIPAL DE NOVA CRUZ/RN, ao SECRETARIO DE SAÚDE DE NOVA CRUZ/RN e ao DIRETOR GERAL DO HOSPITAL MUNICIPAL MONSENHOR PEDRO MOURA que:

1) Adotem todas as providencias necessárias para o imediato cumprimento do termo de Interdição nº 002033, oriundo da SUVISA, mantendo interditados os seguintes setores:Centro Cirúrgicos, Centro Obstétrico, Central de Material e esterilização, Setor de Internação, Posto de enfermagem e Processamento de roupas;

2) Somente passem a utilizar os setores supra indicados mediante liberação da SUVISA, através de Termo de Desinterdição que autorize tal medida;

3) Adotem as providencias elencadas no termo de Intimação nº002031, no Relatório Técnico de Inspeção Sanitária nº004/2011 e no Relatório técnico do Setor de Engenharia e Arquitetura nº006/2011, da SUVISA, de forma a possibilitar que o Hospital Municipal Monsenhor Pedro moura possa funcionar em condições adequadas e de acordo com as normas sanitárias aplicáveis a espécie;

Requisite-se as autoridades destinatárias da presente recomendação, outrossim, na forma do art.69, paragrafoúnico, alínea “d”, da Lei Complementar Estadual nº 141/96, que ofereçam resposta escrita, no prazo de 05 (cinco) dias úteis, acerca do contido no presente ato, ressaltando que a inobservância da recomendação ensejará a adoção das medidas extrajudiciais e judiciais cabíveis, tanto na esfera criminal como cível por parte do órgão do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte.

Encaminhe-se copia desta recomendação para que seja publicada no Diario Oficial do Estado e no quadro de avisos desta Promotoria de Justiça.

Remeta-se cópia ao Conselho Municipal de Saúde de Nova Cruz/RN, a Câmara Municipal de Nova Cruz/RN, e a SUVISA, para que possa ser acompanhado o cumprimento dos termos da presente recomendação.

Nova Cruz/RN, 19 de abril de 2011.

Adriano da Gama Dantas
Promotor de Justiça

Postado por Lenilson Costa

quinta-feira, 21 de abril de 2011

PRESIDENTE DO CPC-RN VISITA MOSSORÓ, UPANEMA, CURRAIS NOVOS E SANTA CRUZ RUMO AO IV EEC

Eduardo acompanhou a visita da governadora, Rosalba Ciarlii a Central do Cidadão em Mossoró-RN
Eduardo aproveitou e tirou essa foto co a Prefeita, Fafá Rosado
Eduardo esteve em audiência com a Gerente Executiva de Cultura de Mossoró, Clézia Barreto, falando do IV ENCONTRO ESTADUAL DE CULTURA - IV EEC
Eduardo em audiência com o Reitor da UERN, Milton Marques de Medeiros, em pauta: o CAMPUS DA UERN em Nova Cruz-RN
Eduardo dando entrevista na Rádio Difusora de Mossoró, no "Pograma Carlos Santos", assunto: IV EEC em Currais Novos-RN
Eduardo com o presidente do Sindicato dos Radialistas de Mossoró, Rui Mauricio
Em Upanema, Eduardo reuniu-se com lideranças estudantis (GAEF). Assunto: IV EEC
Pose para fotos, após reunião. Rumo ao IV EEC
Eduardo reunido com diretoria do MESC-Santa Cruz e Grêmios: Assunto: IV EEC
Reunião bastante proveitosa em Santa Cruz-RN
" Esses contatos foram importantes para a unificação e conhecimento da importância do Centro Potiguar de Cultura-CPC-RN no Estado do RN. O IV Econcontro Estadual de Cultura vai ser importantissimo pelo fato de estarem presentes vários artistas culturais e grupos de danças e teatro, será um mmento impar! Continuaremos nesse caminho, buscando identificar novos talentos. Brevemente teremos sub sedes em várias regiões para aproximarmos mais desses talentos". Concluiu Eduardo Vasconcelos-presidente do CPC-RN.

DE MALAS PRONTAS PAR O 4º EME? NÃO LEVE SUAS DÚVIDAS, DEIXE-AS AQUI!

Preparamos uma lista com os questionamentos mais frequentes das estudantes.Confira!

O 4º Encontro de Mulheres Estudantes da UNE está chegando, e com ele algumas dúvidas que surgem na mente das estudantes. Neste momento é importante sanar qualquer questão, evitando possíveis transtornos decorrentes da falta de informação. Preparamos uma lista com os questionamentos mais frequentes das estudantes. Tire suas dúvidas e pé na estrada!

Inscrição
As inscrições ainda podem ser feitas pelo site (www.mulheresnaune.blogspot.com). O valor da inscrição é de R$10, e deverá ser pago no momento do credenciamento, em Salvador.

É necessário lembrar que o EME é um espaço de auto-organização das mulheres, sendo permitido somente a elas a participação no encontro.

Alojamento
O alojamento será no Instituto de Geociências na UFBA, no Campus Universitário de Ondina e estará disponível a partir das 8hs do dia 21 (quinta-feira). O espaço destinado ao alojamento é limitado então é recomendado não levar barracas.

Creche
Haverá creche disponível durante o horário das atividades, ou seja, durante o dia. É importante que as mães avisem no ato da inscrição a necessidade de levarem seus filhos.

Alimentação
As refeições serão realizadas no restaurante universitário da UFBA, também localizado no Campus de Ondina. Serão servidas três refeições diárias, café da manhã, almoço e jantar, tendo inicio com o jantar do dia 21 (quinta-feira) e termino com o almoço do dia 24 (domingo).

Atividades
As mesas, e grupos de discussão irão acontecer na Faculdade de Arquitetura da UFBA, no Campus Universitário de Ondina, mesmo campus do alojamento e do restaurante universitário, portanto não será necessário transporte para se locomover durante o evento. Confira aqui a programação completa do evento.

Estacionamento
Para os estados que vêm com suas caravanas de ônibus, os veículos poderão ficar guardados no estacionamento da UFBA. O encontro não possui alojamento nem alimentação para os motoristas.

Como chegar na UFBA?
As atividades, alojamento e alimentação acontecerão todas no Campus Universitário de Ondina, que fica localizado na Rua Caetano Moura, 121 – Federação

Para quem chega na Rodoviária
Quem vai para o EME de ônibus e vai desembarcar na Rodoviária de Salvador, deve se deslocar até a estação Iguatemi, e de lá pegar o ônibus Vale dos Rios/STIEP R3 (0914-00), pedindo para descer próximo ao Campus Universitário de Ondina.

Quem preferir ir de táxi o trajeto tem a duração meia de 15 a 20 minutos e o valor sai em torno de R$20 a R$25.

Para quem chega no Aeroporto
Chegando no Aeroporto Internacional de Salvador, a indicação é pegar o ônibus da linha Aeroporto - Lapa (1003-00) ou Aeroporto - Campo Grande (1002-00), e descer na orla próxima a Faculdade Social da Bahia (FSBA). De lá até a Universidade dá cerca de 1,5km.

Quem preferir ir de táxi o trajeto tem a duração média de 50 minutos e o valor sai em torno de R$60.

» As informações sobre as linhas de ônibus foram fornecidas Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador.

Outras Informações?
Outras dúvidas podem ser encaminhadas para o email: mulheresune@gmail.com ou ainda pelo Twitter: @mulheresnaune.

Serviço:
O que? 4º Encontro de Mulheres Estudantes da UNE
Quando? De 21 e 24 de abril de 2011.
Onde? Salvador
Como? http://mulheresnaune.blogspot.com
Quanto? R$10,00

Da Redação

ABGLT LANÇA CONVOCATÓRIA PARA A II MARCHA NACIONAL CONTRA A HOMOFOBIA

Brasília mais uma vez será palco do ato LGBT que acontece no dia 18 de maio na Esplanada dos Ministérios

Convocada para o dia 18 de maio na cidade de Brasília a II Marcha Nacional Contra a Homofobia promete colorir a Esplanada dos Ministérios . A concentração começa às 9hs e trará como bandeira de luta a igualdade de direitos e políticas públicas de combate à homofobia.

A programação conta também com o VIII Seminário LGBT no Congresso Nacional que será realizado no dia 17 de maio, em homenagem ao Dia Nacional de Combate à Homofobia. A data oficializada em 1990, marca a retirada, pela Organização Mundial de Saúde, da homossexualidade da classificação internacional de doenças.

A Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT) responsável pela Marcha reuniu, em sua 1ª edição, mais de 10 mil ativistas e pessoas aliadas das 237 ONGs filiadas à entidade.

Solidária à causa e em busca de uma sociedade igualitária a UNE esteve presente mobilizando o movimento estudantil com a participação do presidente da entidade Augusto Chagas e o diretor LGBT da UNE, Denílson Júnior .

Confira a convocatória através do Manifesto da II Marcha Nacional Contra a Homofobia:

Manisfesto da II Marcha Nacional Contra a Homofobia

“Nada é mais forte que uma ideia cujo tempo chegou”. Vitor Hugo

Igualdade de direitos. Fim da discriminação. Fim da violência. Cidadania plena. Reconhecimento. Respeito. Essas são as nossas reivindicações. Somos milhões de brasileiras e brasileiros, ainda excluídos da democracia e ignorado pelas leis do país.

Somos lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais (LGBT), de todos os cantos do país, de todas as profissões, de todos credos, de todas raças, de todos sotaques, de todas opiniões, de todas etnias, de todos gostos e culturas. Mas temos algo em comum. Não usufruímos nossos direitos pelo simples fato de termos uma orientação sexual ou identidade de gênero diferente da maioria. Somos milhões de cidadãos /ãs de “segunda classe" em nosso Brasil.

Faz 22 anos que o Brasil se democratizou e promulgou a “Constituição Cidadã”. Entretanto, em todo esse período, nossa jovem democracia não foi capaz de incorporar a população LGBT. Até hoje não existe sequer uma lei que assegure nossos direitos civis. Não existem leis que nos protejam da violência homofóbica.

A homofobia não é um problema que afeta apenas a população LGBT. Ela diz respeito também ao tipo de sociedade que queremos construir. O Brasil só será um país democrático de fato se incorporar todas as pessoas à cidadania plena, sem nenhum tipo de discriminação. O reconhecimento e o respeito à diversidade e à pluralidade constituem um fundamento da democracia. Enquanto nosso país continuar negando direitos e discriminando lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais não teremos construído uma democracia digna desse nome.

Por essa razão é que a Associação Brasileira de Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais - ABGLT convoca e coordenará todos os/as ativistas de suas 237 ONGs afiliadas e pessoas e organizações aliadas à II Marcha Nacional contra a Homofobia, a ser realizada na cidade de Brasília , em 18 de maio de 2011, com concentração às 9h, na Esplanada dos Ministérios, em frente à Catedral Metropolitana.

O dia 17 de maio é comemorado como o dia internacional contra a homofobia (ódio, agressão, violência, discriminação e até morte de LGBT). A data marca uma vitória histórica do Movimento LGBT internacional. Foi quando a Organização Mundial de Saúde retirou a homossexualidade do Código Internacional de Doenças.

Vamos a Brasília, novamente, para denunciar a homofobia, o racismo, o machismo e a desigualdade social. Temos assistido nos últimos meses ao recrudescimento da violência homofóbica, a exemplo do que ocorreu recentemente em São Paulo, no Rio de Janeiro, no Ceará, no Paraná e em Minas Gerais. Chama a atenção o fato de que muitos dos agressores não pertencem a grupos de extrema-direita violentos, mas são jovens de classe média, o que demonstra como a homofobia está amplamente difundida em toda sociedade.

O Brasil está mudando. Elegemos um operário e agora uma mulher presidenta da República, que coloca como meta central de seu governo a erradicação da extrema pobreza. A sociedade brasileira não é contra o reconhecimento dos direitos LGBT. A grande oposição à cidadania LGBT vem dos fundamentalistas religiosos. Algumas denominações evangélicas e parte da igreja católica dedicam esforços imensos a atacar permanentemente a comunidade LGBT e bloquear qualquer ação que garanta direitos a essa população.

O Brasil é um país plural e diverso, que respeita todos os credos e religiões, contudo nosso Estado é laico – separamos a religião da esfera pública, isso está garantido constitucionalmente. O movimento LGBT defende a mais ampla liberdade religiosa. Respeitamos todos os credos e opiniões, mas, entendemos que crenças religiosas pertencem à esfera privada - individual ou comunitária. Religião é uma escolha, a cidadania não!

Não aceitamos que dogmas religiosos sejam usados como justificativas para o preconceito e negação de direitos aos LGBT. É preciso assegurar a laicidade do Estado e garantir o respeito à diversidade.

A II Marcha Nacional Contra a Homofobia é, portanto, um grito, um protesto, um manifesto de respeito aos direitos individuais e coletivos.

Queremos igualdade de direitos e políticas públicas de combate à homofobia. Reivindicamos que o Estado brasileiro, de conjunto (ou seja, os três poderes), e em todas as esferas da federação (União, Estado e municípios) incorporem a diretriz de combater a homofobia e promover a cidadania plena para a população LGBT.

Defendemos que:

- o Estado laico seja assegurado, sem interferência dos fundamentalismos religiosos;

- o Governo Federal acelere a implementação do Plano Nacional de Promoção dos Direitos Humanos e Cidadania de LGBT, garantindo recursos orçamentários e o necessário controle social e accountability na sua execução, promovendo a diminuição da homofobia;

- todos governos estaduais e municipais instituam : coordenadorias LGBT, Conselhos LGBT e Planos de Combate à Homofobia;

- o Congresso Nacional aprove a criminalização da homofobia (PLC 122), a união estável e o casamento civil; a alteração do prenome das pessoas transexuais, o reconhecimento do nome social das travestis;

- o Judiciário, em todos os níveis, faça valer a igualdade plena entre todas as pessoas, independente de sua orientação sexual e/ou identidade de gênero;

- o Superior Tribunal de Justiça reconheça como entidades familiares as uniões entre pessoas do mesmo sexo;

- o Supremo Tribunal Federal julgue favoravelmente às Ações que pleiteiam a união estável entre pessoas do mesmo sexo e o direito das pessoas transexuais alterarem seu prenome.

Na ocasião da II Marcha, convidamos a todas e todas para participar do VIII Seminário LGBT no Congresso Nacional, a ser realizado no dia 17 de maio – Dia Internacional Contra a Homofobia – no auditório Nereu Ramos.

ABGLT – Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais

Serviço:
O que? II Marcha Nacional Contra a Homofobia
Onde? Brasília - Distrito Federal - Na Esplanada dos Ministérios, em frente à Catedral Metropolitana
Quando? 18 de maio de 2011 - Concentração às 9h
Como? http://www.abglt.org.br

Da Redação

UEE-SP CONVOCA O 10º CONGRESSO DA ENTIDADE

Encontro deve reunir mais de 1.500 estudantes no interior de São Paulo para discutir o papel social da universidade brasileira e eleger nova diretoria e presidente da entidade; confira as informações abaixo e saiba como participar

A União Estadual dos Estudantes de São Paulo (UEE-SP) convoca os estudantes paulistas rumo a Piracicaba. A cidade do interior do estado sediará o 10º Congresso da entidade, que ocorrerá entre os dias 23 a 26 de junho, na Universidade Metodista de Piracicaba (UNIMEP).

O município vai receber mais de 1.500 universitários, de acordo com a organização do evento. Além de deliberar sobre questões importantes do movimento estudantil paulista, os jovens vão eleger a nova diretoria e o presidente da entidade.

Um grande congresso está sendo preparado. Durante quatro dias, estudantes de todo o estado poderão participar de atividades e debates sobre temas diversos como cultura, movimento estudantil, comunicação, universidades privadas e públicas. Um dos destaques será uma mesa sobre a Copa do Mundo de 2014, onde será discutida a participação e o protagonismo dos estudantes neste grande projeto.

Está previsto também a realização do Seminário Estadual de Educação com o tema “O papel social da universidade brasileira! Educação, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia!”. Segundo a organização, nomes como o do senador por São Paulo Eduardo Suplicy, o da ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva, do jornalista Paulo Henrique Amorim e do atual ministro dos Esportes Orlando Silva estão sendo cogitados para participarem do evento.

“No congresso, vamos ter um grande ato do movimento social, com a presença de parlamentares, líderes sociais, deputados e educadores. Realizaremos ainda uma bonita atividade em homenagem aos ex-presidentes da UEE. Esperamos contar coma presença de José Dirceu e José Serra, nomes importantes que passaram pela nossa entidade”, conta o atual presidente da UEE-SP, Carlos Eduardo Siqueira.

Balanço da gestão
Há dois anos à frente da entidade e prestes a deixar o cargo, Carlos acredita que conseguiu dar continuidade à tradição das UEEs espalhadas em todo o país de ampliar a luta dos estudantes. “Participamos ativamente da gestão da entidade e mobilizamos os estudantes e a juventude paulista para os principais eventos nacionais, fora que nestes dois anos mobilizamos a nossa base em torno dos CAs e DCEs. Fizemos uma bela jornada de lutas e organizamos diversos debates no interior das universidades” afirma.

A UEE-SP fez fez parte ainda da conquista do apoio de parlamentares de diferentes partidos para que o Projeto de Emenda Constitucional (PEC) nº 9 possa ser votado a qualquer momento na Assembléia Legislativa de São Paulo, garantindo que 50% dos recursos do Fundo de Participação dos Estados seria destinado para educação, meio ambiente e ciência e tecnologia, nos moldes da campanha nacional da UNE e da UBES pelos 50% do Pré-sal para a educação

“Queremos que todos os recursos sejam aplicados na infra-estrutura da educação paulista, ou seja uma reforma educacional na qual conste no Plano Estadual de Educação de São Paulo reformas estruturais como: reconstrução de estruturas das universidades e escolas, modernização da rede de computadores de universidades e escolas, implementação de lousas digitais nas salas de aulas, construção da universidade de ensino tecnológico do estado e a criação do fundo estadual de assistência estudantil”, pontua.

Segundo Carlos, nas manifestações contra o aumento abusivo da passagem de ônibus em São Paulo, a UEE-SP estava lá: “Nas passagens atuamos nas primeiras horas do aumento, apresentamos uma mini-reforma para o transporte da capital, na verdade não só na capital, pois o aumento foi em todo o estado e organizamos diversas mobilizações com outras organizações! Lutamos pelo passe-livre e a meia passagem nos municípios”, explica.

“Muita coisa ainda tem que ser feita, mas sabemos que o movimento estudantil de São Paulo esta em plena recuperação do seu papel de formador de opinião e conquista a cada dia seu espaço na sociedade paulista”, finaliza o presidente.

Piracicaba: palco do 10º Congresso da UEE-SP
Localizada no interior de São Paulo, a cidade de Piracicaba sempre recebeu de braços abertos o movimento estudantil. Em 1980, sediou o 32º Congresso da UNE (CONUNE) recebendo mais de 5 mil estudantes de todo o país, na época com o receio de uma repressão pelo regime militar.

Em 1982, a entidade retorna a Piracicaba, desta vez para o histórico 34º CONUNE que elegeu a primeira mulher presidente da UNE, Clara Araujo. Porém, uma tensão envolvia os estudantes. O presidente da entidade na época, Javier Alfaya, era um cidadão espanhol que tinha sua liberdade vigiada e diariamente comparecia a Polícia Federal correndo o risco de expulsão do país por ser um estrangeiro ligado a atividades políticas.

No final de 2010 o movimento estudantil volta novamente à cidade, através de uma visita do presidente da UEE-SP, Carlos Eduardo, acompanhado do presidente da UNE, Augusto Chagas e outros dirigentes das entidades.

O prefeito da cidade Barjas Negri recebeu as estudantes e cumprimentou a iniciativa escolher Piracicaba para sediar o 10º Congresso da UEE-SP. “Vejo com bons olhos este evento. É algo bom para cidade e, por isso, vamos fazer o que é possível dentro da estrutura administrativa”. Barjas lembrou que, na década de 80, era secretário de Educação e esteve envolvido no Congresso realizado na cidade. “Fiquei maluco na ocasião”, disse, aos risos, desejando sucesso aos estudantes e se colocando a disposição para a viabilização do evento.

Como participar do 10º Congresso da UEE-SP
O credenciamento para o 52º Congresso da UNE já inclui a participação no encontro da entidade paulista. Para quem ainda não se credenciou e quer participar, basta procurar o DCE da sua universidade para saber outras informações a respeito de caravanas e inscrições.

Você também pode falar direto com a UEE-SP pelo telefone (11) 5539-0060 ou tirar dúvidas pelo email 10congressoueesp@gmail.com .

O custo para os delegados, ou seja, os estudantes que vão representar a instituição, com direito a voto no Congresso, é de R$ 50,00 . Para os suplentes também.

Para os observadores, que podem participar de todas as atividades (mas não votam), incluindo os shows e debates, o valor é de R$ 60,00 .

Em ambos os casos, a alimentação e o alojamento estarão garantidos. Não deixe para a última hora. Forme já a sua delegação.

Rumo ao 52º Congresso da UNE
Os delegados que participarão da décima edição do Congresso da UEE-SP também serão os estudantes que representarão o estado no 52º Congresso Nacional da UNE. Os paulistas irão se reunir junto com universitários de todo o país para eleger a nova diretoria da entidade, entre os dias 13 e 17 de julho em Goiânia.

Além de definir a nova diretoria que estará a frente da UNE nos próximos dois anos, o CONUNE é o principal fórum de deliberações do movimento estudantil, promovendo discussões sobre temas importantes para os estudantes como educação e política.

Serviço:
O que? 10º Congresso da UEE-SP
Quando? 23 a 26 de junho de 2011.
Onde? UNIMEP – Universidade Metodista de Piracicaba - Rodovia do Açúcar, km 156 - Piracicaba (SP)
Como? (19) 3124-1515 ou http://www.ueesp.org.br

Da Redação
Foto: Alexandre Rezende

CAMPEONATO BRASILEIRO UNIVERSITÁRIO DE RUGBY SEVEN 2011 SERÁ NOS DIAS 11 E 12 DE JUNHO

A definição da cidade sede do torneio irá ocorrer na primeira semana de maio.Seis municípios já apresentaram projetos para receber a competição que estão sendo analisados pelas diretorias da CBDU e da CBRu

A data de realização do 2ª Campeonato Brasileiro Universitário de Rugby Sevens foi adiada em virtude da adequação dos calendários da Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e da Confederação Brasileira de Rugby (CBRu), parceiras na realização do torneio.

O Brasileiro Universitário de Rugby Sevens 2011, inicialmente previsto para entre os dias 20 e 22 de maio, será realizado nos dias 11 e 12 de junho. A definição da cidade sede do torneio irá ocorrer na primeira semana de maio. Seis municípios já apresentaram projetos para receber a competição que estão sendo analisados pelas diretorias da CBDU e da CBRu.

“Tendo em vista a importância da competição e a grande procura de equipes de vários estados do país, resolvemos fazer esta alteração na data do Brasileiro Universitário de Rugby 2011 para atendermos as demandas das federações e das equipes e sincronizar, definitivamente, os calendários da CBDU e da CBRu, priorizando sempre o nível técnico do torneio que, com certeza, será ainda maior que nas disputas do ano passado”, destaca Marcelo Falcão, diretor jurídico da CBDU e coordenador do torneio.

A edição de estréia do Campeonato Brasileiro Universitário de Rugby Sevens, realizada em dezembro de 2010, em São Paulo (SP), reuniu 13 equipes de seis estados. Os times da Politécnica (SP), na chave masculina, e da UCL (ES), na feminina, ficaram com o título.

"O rugby universitário cresceu muito por todo o país, tanto em número de praticantes quanto em qualidade técnica. E o Brasileiro Universitário de Rugby Sevens reúne as melhores equipes em uma única cidade para um final de semana festivo de puro rugby", afirma Sami Arap, presidente da CBRu.

CBDU e CBRu

BRASIL CONHECE ADVERSÁRIOS DA UNIVERSÍADE 2011 DA CHINA

Sorteio das chaves de futebol, vôlei, basquete e polo aquático encerra reunião dos chefes de delegação da Universíade 2011, na China. Brasil já conhece adversários na fase de classificação

Foram definidas, neste sábado (16/04), as chaves dos torneios de basquete, vôlei, futebol e polo aquático da Universíade 2011, na China, de 12 a 23/08. O sorteio ocorreu durante a reunião de Chefes de Delegação, em Shenzhen, cidade sede da Universíade. Roberto Maldonado, Alessandro Gomes e Ricardo Moura, diretores da CBDU, representaram o Brasil no encontro.

Na disputa masculina de polo aquático, a seleção brasileira está no grupo B ao lado de Austrália e Rússia. Pelo torneio de vôlei feminino, o Brasil encara, no grupo B, Itália, Eslovênia e Ucrânia. E na chave masculina de vôlei, a seleção verde-amarela terá pela frente Coréia, Suécia, Hong Kong e Israel no grupo C da Universíade 2011.

Brasil, Eslováquia, Estados Unidos e Grã-Bretanha compõem o grupo B, um dos mais fortes do torneio feminino de basquete. Na disputa masculina, a seleção brasileira está na chave A ao lado de China, Alemanha, Romênia, República Tcheca e Emirados Árabes.
Nas disputas de futebol, as meninas do Brasil enfrentam, pela chave C, as seleções de Japão, França e Estônia. E a equipe masculina terá pela frente, no grupo B, Ucrânia, Rússia e Malásia.

Confira abaixo as chaves dos torneios da Universíade 2011:

Polo Aquático (chave masculina):
Chave A - China, Espanha, Turquia e Coréia
Chave B - Austrália, Rússia e Brasil
Chave C - Estados Unidos, Cingapura, Sérvia e França
Chave D - Hungria, Itália e Japão

Vôlei (chave feminina):
Chave A - China, Japão, Suécia e Bélgica
Chave B - Itália, Brasil, Eslovênia e Ucrânia
Chave C - Polônia, Taipei, Canadá e França
Chave D - Tailândia, Hong Kong, Rússia e Noruega

Vôlei (chave masculina):
Chave A - China, Canadá, Suiça, Austrália e Noruega
Chave B - Rússia, Ucrânia, Japão, África do Sul, Irã e Omã
Chave C - Brasil, Coréia, Suécia, Hong Kong e Israel
Chave D - México, Estados Unidos, Emirados Árabes, Tailândia, República Tcheca e Turquia

Basquete (chave feminina):
Chave A - China, Taipei, França e Lituânia
Chave B - Estados Unidos, Grã-Bretanha, Eslováquia e Brasil
Chave C - Rússia, Polônia, Canadá e África do Sul
Chave D - Japão, República Tcheca, Suécia e Austrália.

Basquete (chave masculina):
Chave A - China, Alemanha, Romênia, Brasil, República Tcheca e Emirados Árabes
Chave B - Sérvia, Turquia, Canadá, Austrália, África do Sul e Honk KOng
Chave C - Rússia, Lituânia, Ucrânia, Japão, Filipinas e Nova Zelândia
Chave D - Estados Unidos, México, Coréia, Israel, Finlândia e Hungria

Futebol (chave feminina):
Chave A - China, Grã-Bretanha, Canadá e Taipei
Chave B - Coréia, Rússia, México e África do Sul
Chave C - Brasil, Japão, França e Estônia

Futebol (chave masculina):
Chave A - China, Coréia, Colômbia e África do Sul
Chave B - Ucrânia, Brasil, Rússia e Malásia
Chave C - Itália, República Tcheca, Uruguai e Tailândia
Chave D - Gana, Canadá, Japão e Grã-Bretanha

CBDU

DEFINIDA A COMISSÃO ORGANIZADORA DA 2ª CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE

Com a participação da diretora de Relações Institucionais da UNE Marcela Cardoso a entidade estará presente representando os estudantes

Os 15 representantes da sociedade civil para a comissão organizadora da 2ª Conferência Nacional de Juventude já estão definidos. A lista foi fechada na reunião extraordinária do Conselho Nacional de Juventude (Conjuve), realizada dos dias 14 e 15 de abril. Os convocados terão a responsabilidade de contribuir para o desenvolvimento e avaliação da Conferência junto com os representantes governamentais.

O principal critério para a definição dos nomes foi a divisão equitativa entre os segmentos que compõem o Conselho. As entidades de apoio tiveram quatro vagas, os movimentos juvenis ficaram com sete vagas e as entidades partidárias com três vagas, completando com a vaga para a presidência do Conselho.

Os movimentos juvenis ainda criaram outro critério para a definição das vagas: a subdivisão por temáticas, o que garantiu a participação dos movimentos de mulheres, negros, estudantes, religioso, de trabalhadores urbanos, juventude rural, além de fóruns e redes.

“É um enorme desafio que encaramos com muito comprometimento a partir de agora. Queremos fazer dessa uma Conferência impactante nas políticas de juventude nesse país”, diz Kathia Dudyk, representante do Instituto Paulo Freire no Conjuve.

Para Gabriel Alves, representante da CPC/UMES, o desafio é construir um espaço onde os jovens participem na sua diversidade e que sejam mobilizados no intuito de contribuir para o desenvolvimento do país. “Temos que viabilizar a participação desses jovens que têm que ser protagonistas no processo do desenvolvimento do Brasil”, afirmou o conselheiro.

Confira abaixo a lista dos representantes:

Gabriel Medina – Presidente do Conjuve / Fonajuves

Kathia Dudyk – Instituto Paulo Freire

Danielle Basto – Escola de Gente

Gabriel Alves – CPC/UMES

Nilton Lopes – CIPÓ – Comunicação Interativa

Hélio Barbosa – Rede de Jovens do Nordeste

João Vidal – UGT

Maria Elenice Anastácio – Contag

Marc Emmanuel Mendes – PMDB

Joubert Fonseca – PSB

Murilo Amatneeks – PT

Alexandre Piero – PJ

Danilo Moraes – CONEN

Marcela Cardoso – UNE

Paula Costa – UBM


Conjuve